31 de out de 2012

-

"Olhavam-se numa espécie de jogo do siso, com certo ar de majestades rivais e tranquilas, sem arrogância, nem baixeza, como se o mendigo dissesse ao céu:
- Afinal, não me hás de cair em cima.
E o céu:
- Nem tu me hás de escalar."
[Machado de Assis, Quincas Borba]

(Machado de Assis, sempre brilhante...)

Um comentário:

  1. Oi, Manu, bom dia!!
    Machado de Assis é, na minha opinião, o maior nome de nossa Literatura. Ele seria grande tendo nascido em qualquer época, e se submetendo a qualquer estilo. Porque o que lhe sobressai é a capacidade extraordinária de ver o ser humano, de discernir-lhe intenções e aflorá-las, de nos conduzir ao conhecimento dos fatos passo a passo, imaginação a imaginação, fazendo o conceito nascer e crescer em nós tão natural quanto imperceptivelmente.
    O texto é, para variar, brilhante!
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos, menina de ouro
    Lello

    ResponderExcluir

sorriso